Antes de comprar um cavalo, faça uma avaliação honesta da sua capacidade de montar, tendo em mente que a maioria das pessoas tendem a superestimar suas habilidades. Cavaleiros talentosos e experientes tiram o melhor de todos os tipos de cavalos, até os de temperamento mais difíceis. Eles podem ensinar o cavalo novo, melhorar o cavalo mais velho e assegurar que o cavalo bem treinado desempenhe no seu melhor. Um cavaleiro iniciante, o qual domina somente o básico da equitação, não poderá fazer nada dessas coisas. O novato precisa de um cavalo que chamamos "professor", que seja fácil de montar e com boa disposição, um animal que "olhará além de seu cavaleiro". O termo "professor" é normalmente usado para descrever esse tipo de cavalo.

Para a maioria das pessoas o custo é o fator mais importante e o preço de compra será determinado por um número de fatores como: a raça, genética, tamanho e conformação do cavalo; sua idade; seu temperamento; sua capacidade de desempenho (quer provada ou somente tendo o potencial) e seu nível de treinamento.

Em geral, um potro de 2 ou 3 anos de idade será mais barato que um potro de 4 ou 5 anos de idade, o qual já foi iniciado e está recebendo treinamento; após isso o cavalo gradualmente aumenta seu valor até chegar por volta de 10 anos, quando tende começar a diminuir.

Existem várias formas de se comprar um cavalo. Estas incluem os leilões, com um comerciante, direto com o proprietário ou aconselhado pelo centro hípico ou escola onde está tendo aulas de equitação.

O cavaleiro iniciante é geralmente aconselhado a não comprar em leilões. O fato não é que todos sejam conduzidos por pessoas mal intencionadas, isso certamente não é o problema, e sim porque tudo acaba ocorrendo muito rápido e normalmente não se tem oportunidade para o comprador montar o cavalo. A comprar desta forma requer a presença de especialistas no assunto. Por exemplo, se um dos cavalos oferecidos no leilão tiver um defeito físico óbvio, o ônus será do comprador em reconhecê-lo, o subsequente ato de ignorância não será aceito. Por outro lado, os cavalos precisam corresponder a descrição normalmente vinda no catálogo do leilão.

Escolha do cavalo certo

Os comerciantes são, na maioria das vezes, homens de negócio com uma reputação a zelar e não tentarão vendê-lo um cavalo ruim ou que não sirva. Sua escola de hipismo é a mais indicada em colocá-lo em contato com um deles. As vantagens de se comprar com um comerciante são que certamente terá chance de escolher entre diversos cavalos, oportunidade de vê-los em ação e testá-los. Alguns comerciantes também permitem que o possível comprador teste o animal na sua própria hípica e se caso tenha um cavalo para vender, poderá oferecê-lo como parte do pagamento.

Se você estiver tendo aulas em uma escola de hipismo, seu professor será o mais indicado a aconselhá-lo na compra do cavalo. A vantagem disso será que o instrutor terá um bom conhecimento de suas habilidades e limitações como cavaleiro.

Quando você encontra um cavalo que acha poder servir para o que procura, o primeiro passo é marcar uma visita para vê-lo e testá-lo. O ideal é sempre levar pessoas com mais conhecimento que você, caso não conheça, existem normalmente consultores especialistas no mercado. Explique ao vendedor exatamente o que você procura em um cavalo, o qual normalmente terá muitas opções para te mostrar. Antes de montá-lo, veja-o sendo trabalhado pelo cavaleiro que normalmente o monta. Finalmente monte o cavalo você mesmo. Caso você sinta que ele te serve: não muito grande, não muito bravo, não muito lento, mesmo assim teste outros.

Quando você realmente achar o cavalo dos seus sonhos e decide comprá-lo, aconselhamos antes, chamar um veterinário de sua confiança para que faça um "exame de compra", com o objetivo de ver se está tudo certo com a saúde do animal.

Cavalos a Venda
Potros a Venda
Potros à Venda
Rua Jandir Carvalho Lanes, 102 - São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
Tel. (11) 4396 2438 - Cel. (11) 9121 0633 - Fax. (11) 4396 2438 - contato@cavalosdesalto.com.br
Todos os direitos reservados ® 2011